Qualquer desculpa é válida para uma visita às salinas, percorrer o caminho dos sabores pelo sal e colher o sal que permitirá realçar o umami até ao limite, levando, assim, uma memória para partilhar em casa com os amigos em redor da mesa, entre histórias que fazem sorrir.

 

Inclui:

Visita das salinas + trabalho na salina (se visita coincidir com trabalhos de recolha de sal) + degustação/prova de sal + o seu sal.

 

Descrição:

A visita começa com uma breve explicação do espaço onde decorre a visita, a razão da localização das salinas, a reserva enquanto espaço nascido de uma atividade socioeconómica. À medida que o grupo se desloca até à área da salina é explicando o funcionamento da mesma: entrada de água, onde fica o oceano, evaporação da água até à formação do sal. Se a visita decorrer durante a safra serão percorridas a salina e colher sal, e toda a explicação final será prática. Caso seja época de inverno e não haja produção, a visita será feita numa salina onde se explica o processo, mas sem a recolha (dependendo do número de pessoas, este momento da visita pode demorar entre 20 a 60 minutos). 

A visita segue para O Armazém ou para uma área de lazer na salina onde se faz uma prova de sal, com degustação de produtos acompanhado de uma bebida.

No final da visita, os participantes levam o seu sal (flor de sal em saleiro de cortiça de mesa) e uma memória fotográfica da experiência.

 

Duração da visita:

Cerca de 2H00/2H30.

 

Preço:

25,00 € / adulto (experiência individual tem o valor de 30€).
Jovens dos 13 aos 18 anos, 50% valor.
Crianças até 12 anos não pagam.